reflexão

Precisamos contar até 10

Nos últimos anos, a nossa sociedade está passando por mudanças tão drásticas que até a nossa percepção de tempo parece ter mudado. O que antes era um café da manhã com a família, hoje se tornou uma corrida contra o tempo para acordarmos logo depois de termos ido dormir, ainda exaustos pelo dia que se passou. Rapidamente, ligamos o celular para responder todas as mensagens importantes e imediatas que nos foram enviadas durante o curto intervalo de tempo em que conseguimos nos deitar e acordamos no dia seguinte. Abrimos o nosso feed de notícias e nos depararmos com todas as notícias ruins que aconteceram no mundo, além de nos dar logo de cara com centenas de fotos de pessoas (conhecidas ou não) que parecem estar sempre em momentos felizes e espontâneos, alcançando todas as realizações possíveis que conseguimos pensar. Deixamos o celular de lado por alguns minutos e nos arrumamos para, se der tempo, pegarmos uma parte da comida pronta que compramos no dia anterior juntamente com um grande copo de café para conseguir nos manter acordados durante o dia que se seguirá.  Dependendo de como dormimos ou se dormimos, o dia recomeça e a gente nem percebe que ele já passou. 

E a nossa rotina vai ficando cada vez mais complicada, como se não conseguíssemos encaixar todas as nossas atividades nas 24 horas que existem no dia. Por mais que a gente se esforce para seguir a rígida rotina que o trabalho exige, no final da semana, do mês e do ano, sempre parece que temos um saldo negativo de tempo. O tempo para estar conosco, com as pessoas que amamos, e que nos fazem felizes. O tempo para encontrar novos hobbies e de praticar atividades que nos ajudam a relaxar e refrescar o nosso pensamento. Nos sobra tão pouco tempo que até a expressão “Não tive tempo nem de respirar hoje” se torna uma rotina. 

Essa mudança de estilo de vida afetou não somente a forma como o cotidiano está sendo conduzido, mas também como ele afeta e interfere nas nossas relações intra e interpessoais. De forma clichê, digo que as pessoas estão tão perto de quem está longe e ao mesmo tempo tão longe de quem está perto, que elas passam a se conectarem com a tela enquanto se desconectam das lentes da alma, esta que transmite informações muito mais verdadeiras e precisas do que qualquer algoritmo feito apenas para alimentar o nosso ego. Será mesmo que vale a pena deixar a vida passar por nós com a rapidez de um piscar de olhos enquanto dedicamos nosso tempo a coisas que, ao final da nossa vida, não farão diferença?

Eu me pergunto o que aconteceria se, durante um dia tão corrido quanto o nosso, decidíssemos tirar dez segundos para respirar profundamente. 10 segundos sem celular, sem mensagens, sem obrigações, sem correria. 10 segundos retirados da nossa rotina apenas para olhar a luz do sol. Sentir o nosso corpo respirar. Levantar da cadeira que ficamos sentados por horas e relembrar o motivo pelo qual fazemos o que fazemos. Sem dúvidas, se cairmos na real de que somos nós quem delimitamos as coisas mais importantes e quais podem ficar para depois, saberemos administrar de forma justa e satisfatória o nosso precioso tempo. Assim como diz um velho ditado popular, “o tempo só falta para aqueles que não sabem aproveitá-lo”, e ao tirar pequenos momentos de relaxamento e reflexão durante nossas atividades, nós nos damos a chance de entender melhor sobre a importância de cada ação que tomamos ou deixamos de tomar.

Após esse pequeno texto, eu espero que você resolva dar-se o privilégio de tirar alguns pequenos momentos do seu dia para fazer algo que te faça se sentir vivo, se sentir livre, leve e desacelerado. 

Respirar faz bem.

Precisamos contar até 10.

2 comentários em “Precisamos contar até 10

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s